segunda-feira, 8 de março de 2010

O aspirador e o fórmula 1...

Imaginem um prato cheio de comida. Chamem a Luna e o seu conteúdo desaparece em 10 segundos. Não chega sequer a saborear a comida. Engole-a de forma sôfrega e imediata. Um autêntico aspirador. Parece com receio que lhe tiremos a comida ou tenta, porventura, comer rápido para ter direito a mais. Nesta altura já deve ter percebido que isso não resulta mas nem assim muda os hábitos.

O excesso de “adrenalina”, a energia que vai acumulando durante o dia enquanto espera os donos acaba por resultar em alguns espectáculos únicos. Prefere fazê-lo na areia da praia mas até a relva (agora lamaçal) de casa serve. A Luna começa às voltas atingindo uma velocidade supersónica e leva tudo à frente. Parece mesmo um carro de fórmula um!!! A correria demora uns minutos até ela se libertar desse excesso de adrenalina no corpo. Só visto.

quinta-feira, 4 de março de 2010

Porquê Marley?

Tanto eu como a Eva lemos o livro de John Grogan e vimos, mais que uma vez, o filme (baseado no livro) de David Frankel “Marley and me”. A ternura e o amor que aquela família dedicou ao travesso cachorrinho conquistaram também os nossos corações. A Luna parece mesmo competir com o saudoso Marley, pois em apenas 8 meses de vida já tem um historial de “incidentes” em nossa casa que talvez fizesse corar o seu “amigo” Marley. Na verdade, fomos aos poucos moldando a nossa vida em função da presença da Luna no nosso espaço e, ao mesmo tempo, ela foi conquistando o nosso coração. A Luna é assim, é capaz de demonstrar a sua faceta ternurenta e meiga imediatamente após um daqueles seus momentos de loucura autêntica.